Jovens exercitam a cidadania no Dia Nacional do Pescar

Jovens da Zensul questionam invisibilidade da juventude em Colóquio Internacional
16 de agosto de 2018
O voluntariado desenvolve as equipes em menor tempo
16 de setembro de 2018
Show all

No Dia Nacional do Pescar (20 de maio), os jovens despertaram nas pessoas o sentimento de que as grandes transformações só são possíveis por meio das pequenas atitudes de cada um de nós. “O projeto busca a inserção no mercado de trabalho, mas essa não é a principal parte, e sim a inclusão social e o conceito de cidadania”, explica a gerente do Programa Social Pescar, Silvia Ramirez.

Mas como ensinar cidadania aos jovens? Na verdade o que se vê é uma troca em que todos aprendem. “Era muito fechado e melhorei muito, além de aprender algo que quero trabalhar no futuro, comentou o jovem Matheus Ribeiro Gonçalves, de 19 anos. O educador social, Leonardo Dal´Bem Chinelatto, cita a mudança que percebe nos adolescentes: “Os voluntários ganham mais do que os jovens e é uma experiência única, pois vemos na prática a mudança que geramos.”

Para celebrar a data, as atividades coletivas ou individuais foram organizadas e protagonizadas pelos jovens e eles se mostraram orgulhosos e ansiosos em apresentar os seus projetos. Em Porto Alegre, por exemplo, o som do “parabéns” de 16 turmas soou alto pelos andares e espaços da Casa de Cultura Mário Quintana.